3 tipos de forro: escolha o ideal para o seu novo lar | Casas Pré Fabricadas em Curitiba - Casa Madepinus
Logo

Blog

3 tipos de forro: escolha o ideal para o seu novo lar

Categoria: casas de madeira

Definitivamente construir ou reformar uma casa gera muitas dúvidas, principalmente com relação aos tipos de forro e como escolher o ideal para o seu novo lar.  

  

Isso acontece porque eles possuem um papel relevante na decoração do seu projeto, por exemplo, escondem vigas, dutos elétricos e etc. Além disso, eles contribuem com o conforto térmico e acústico.   

Diante disso, na hora de escolher os melhores tipos de forro para essas casas de madeira, alguns pontos são fundamentais a serem considerados, são eles: durabilidade do material, instalação, valor e sustentabilidade.  

  

Por isso, conhecer quais são os tipos de forro para a sua casa disponíveis no mercado e aprender a definir qual se adequa melhor às suas necessidades, bem como, imóvel, pode ficar mais fácil logo após ler este artigo. Boa leitura! 

  

Quais são os melhores tipos de forro? 

  

1. Madeira 

  

Em primeiro lugar estão os forros de madeira que além de serem bastante comuns, levam ainda sofisticação aos ambientes.  

  

A instalação desses tipos de forro é realizada através de ripas pregadas ou parafusadas, que na verdade é um processo simples. Mas, o que chama a atenção neste material é o conforto térmico e acústico proporcionado em todos os espaços onde ele é instalado. 

  

A boa notícia para você que está pensando em investir nestes tipos de forro é: ele é um material de altíssima qualidade, sendo um dos melhores disponíveis no mercado. 

  

Conheça as principais vantagens: 

  

  1. Conta com bom isolamento térmico e acústico; 
  2. É possível realizar um acabamento com vernizes ou tintas; 

  3. A instalação é descomplicada e rápida; 

  4. Pode ser instalado em espaços externos e internos; 

  5. Sua estética é elegante. 

  

Agora, as desvantagens: 

  

  1. Se faz necessário uma manutenção periódica a fim de evitar cupins; 

  2. Não possui resistência alta à umidade e ao fogo. 

  

2. PVC 

  

Se você está buscando por custo-benefício, talvez os tipos de forro em PVC sejam boas opções.  

  

Esses forros são fáceis de limpar e instalar, já que a sua limpeza é feita apenas com água e um sabão neutro.  

  

Conheça as principais vantagens: 

  

  1. Não requer pintura, pois eles são brancos e não aceitam outros acabamentos como tintas; 
  2. São materiais imunes ao ataque de cupins e outros parasitas; 
  3. A instalação é ágil e sem sujeira; 
  4. Não apresenta a necessidade de manutenção periódica; 
  5. É reciclável, versátil e durável. 

  

Ao mesmo tempo em que há vantagens super atraentes, também temos algumas desvantagens que devem ser levadas em consideração nesta escolha: 

  

  1. Não há isolamento térmico ou acústico; 

  2. Não é indicado para ambientes com temperaturas altas, portanto, evite instalá-lo em áreas externas como a churrasqueira; 

  3. Esteticamente falando, não são tão atraentes quanto outros materiais. 

  

3. Gesso 

  

Ao pensarmos em tipos de forro é inevitável não pensar no gesso, que é sem dúvidas, o material mais escolhido para essa finalidade.  

  

Nesse sentido, há dois tipos no mercado: o tradicional, onde as placas são presas por uma estrutura de arame uma ao lado da outra e o drywall, que é o gesso acartonado, onde as estruturas são fixadas em uma placa de metal.  

  

Eles acabam se tornando a opção preferida das pessoas, visto que, através dele é possível criar desenhos e formas no teto, por exemplo, as sancas. 

  

Conheça as principais vantagens: 

  

  1. A instalação, assim como os tipos de forro mencionados anteriormente, é rápida e sem sujeira; 

  2. Possibilita embutir todos os fios aparentes e esconder vigas; 

  3. Apresenta um bom custo-benefício; 

  4. É encontrado facilmente em lojas, assim como, profissionais que instalam esses tipos de forro; 

  5. O acabamento é sofisticado. 

  

Por mais uma vez as desvantagens também estão presentes, sendo elas: 

  

  1. É uma instalação que produz bastante resíduos, ou seja, suja muito; 

  2. Não há um jeito de remover essas placas de gesso sem ser quebrando-as; 

  3. Não absorve a umidade, isto é, não é indicado para áreas úmidas como banheiros ou áreas externas; 

  4. Esse tipo de material é mais propenso a criar trincas e rachaduras. 

  

Como escolher qual é o melhor? 

  

Agora que você já conhece os principais tipos de forros para casas de madeira, é importante considerar alguns aspectos sobre a sua construção. Veja: 

  

  • Onde esse forro será instalado?  

  

Primeiramente, defina em que espaço esse forro será instalado, já que é preciso avaliar a umidade do local, bem como, exposição ao sol. 

  

Como mencionamos já por aqui, existem forros que não são indicados para áreas externas, por exemplo, já outros são ideais para elas. Desse modo, saber exatamente em quais espaços ele será instalado, auxilia e muito a decidir quais os melhores tipos de forro. 

  

  • Tenha um orçamento determinado 

  

Com a variedade de materiais é natural que uns sejam mais baratos ou mais caros que os outros. Por outro lado, é preciso que você tenha um orçamento estipulado para considerar esses custos e de cara já eliminar os modelos acima das suas condições.  

  

  • Tenha em mente o estilo da decoração do seu lar 

  

Essa informação é crucial, pois dependendo do imóvel e sua localização, esses tipos de forro podem ser diferentes.  

  

Pense conosco, em uma chácara é muito mais agradável um forro de madeira do que um de gesso, certo? Assim como em uma casa de praia, o forro de PVC pode atender muito bem essa praticidade que buscamos ao estarmos relaxando na praia.  

  

A Madepinus tem a casa que você sonha em construir 

 

  

Nós trabalhamos com modelos de casas de madeira pré-fabricadas e casas de alvenaria, ou seja, independente de qual formato você busca, nós temos a solução ideal! 

  

São mais de 100 modelos de casas pré-fabricadas esperando por você! 

  

Entre em contato conosco. 

  

Até breve! 

 

«